terça-feira, 6 de novembro de 2018

Sem garça


garça cinzenta

Essa garça deu um verdadeiro show de voos rasantes.
Marido fotografava de um lado e eu do outro.
Ela é minha paixão , independente da cor ou das características de espécie.
Parecia se exibir.
Uma verdadeira top model desfilando e voando com suas asas !
Foi ontem e hoje já não vimos mais ali pela enseada de Botafogo.


Esse tipo de garça era comum encontrar num laguinho perto de um restaurante que já fechou as portas.
Agora é um novo restaurante inaugurado em fevereiro de 2018 . Tudo novo. Uma churrascaria também famosa . Mas na hora em que costumamos passar por ali, nem cheiro de churrasco tem. E no laguinho também não tem mais peixinhos. Então não tem mais garças ou passarinhos fazendo a festa .  Não vi  nem moradores de rua se banhando  por ali. Ficou um laguinho sossegado


Nem fotografei ... mas ainda devo mostrar as flores . Flores comuns. Como ali tudo é tombado, as variedades de flores são da mesmo projeto paisagístico de Burle Max .
Está bonito, mas sem graça. Aliás, sem garça !


Acho que assim dá menos trabalho, menos custos, menos pessoas ali visitando, olhando para um laguinho e se divertindo como nós fazíamos.
Agora ficou na memória vejam : meu post antigo , saudade do jardim  garças

Vou ter que arrumar novos assuntos .
Sem graça, sem garça
Rsrs    







7 comentários:

Anete disse...


Que post lindo, Zizi! Reflexivo também e muito INTELIGENTE!...
Garça e graça precisamos ver para que o nosso coração se alegre!!!
Rsss... Sempre fico contente em ler, ver suas postagens...

Abração

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde, querida amiga Zizi!
Não está sem graça com tanta garça e eu fotografo inúmeras por aqui, um show de lindeza!
Onde morava também, você se lembra?
Aqui e lá o pescado tem cultura local.
Venha sempre, sinto saudade sua, amiga.
Tenha dias venturosos e aconchegantes!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Ailime disse...

Boa tarde Zizi,
Que garça elegante!
Que pena esse local não ser mais como era!
Assim não tem "garça" nenhuma.
Restam as boas recordações.
Um beijinho.
Ailime

Rejane Tazza disse...

Que pena,Zizi! A "modernidade" atrapalha a natureza e quem perde somos também nós que tanto gostamos delas!Sei o quanto elas alegram teu olhar...Pena! beijos, chica

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma garça que é uma verdadeira graça!!!
Lindos olhares...bj

Majo Dutra disse...

Era uma ave muito bonita que vós tivestes a sorte de admirar e, de certo modo interagir.
Dias plenos de beleza e felicidades.
Abraço
~~~

Gracita disse...

Uma ave majestosa que tiveste a sorte de bem fotografar e que ainda te propiciou um post elegante e bem humorado que eu adorei ler
Beijinhos e muitos abraços minha amiga

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...